Províncias

Saurimo tem Internet com acesso a custo zero

A cidade de Saurimo, na província da Lunda-Sul, passou ontem a ser pioneira no domínio cibernauta com o lançamento de um sistema de livre acesso à Internet.

A cidade de Saurimo, na província da Lunda-Sul, passou ontem a ser pioneira no domínio cibernauta com o lançamento de um sistema de livre acesso à Internet.
O projecto, denominado Mbonge ya kunhonga, em língua tchokwe, que significa “Cidade pensante”, foi inaugurado pela governadora provincial da Lunda-Sul, Cândida Narciso.
A governante considerou que a iniciativa representa uma oportunidade para todos saberem o que se passa no mundo, através do sistema instalado no quadro de um pacto de geminação entre a vila portuguesa de Alijó e Saurimo.
“É uma biblioteca virtual, que oferece a oportunidade de melhorar os conhecimentos, seguindo a máxima de que ser culto é ser livre”, sublinhou a governadora.
Tecnicamente, o sistema dispõe de uma antena que capta e encaminha o sinal para um aparelho instalado num edifício erguido no centro da cidade. No referido edifício funcionam cinco jovens preparados para controlar e manter a operacionalidade dos equipamentos, que redistribuem o sinal para cinco postos que abrangem escolas, parques e outros áreas.
O coordenador do projecto, Fidel Manassas, garantiu que, a partir destes pontos,  o sinal pode ser captado por qualquer internauta, num raio máximo de 200 metros.

Tempo

Multimédia