Províncias

Saurimo tem lombas e passadeiras novas

Flávia Massua | Saurimo

A Administração Municipal de Saurimo, em coordenação com os serviços da Viação e Trânsito, está a tomar medidas para disciplinar o movimento rodoviário e reduzir a ocorrência de acidentes nas ruas da capital da Lunda Sul.

Vista parcial da cidade de Saurimo onde decorrem acções para tornar o trânsito mais seguro
Fotografia: DR

Para atingir este objectivo, a Administração está a sinalizar passadeiras, a construir lombas “quebra molas”, a definir faixas com cones reflectores, a aplicar tapetes perfurantes, entre outras acções.Os locais de acesso às escolas, hospitais, bancos, mercados e outras instituições públicas, a par das zonas mais utilizadas por peões para atravessar a rua, estão a merecer uma particular atenção das autoridades.
O chefe de departamento da Administração Municipal de Saurimo para a área de manutenção da cidade, Benedito Viriato, disse que, além de reduzir os índices de mortes nas estradas e ferimentos resultantes de inúmeros acidentes na via pública, os trabalhos visam relançar a região no ranking das melhores urbes do país.
“Os trabalhos de melhoria vão ajudar as populações a viver de forma mais digna e a sentirem-se mais felizes, por terem uma cidade mais arrumada e bonita”, referiu Benedito Viriato.
Neste momento, metade dos 30 quilómetros de asfalto construído nos bairros periféricos de Santo António, Luavur, Txizainga, Sassamba, Terra Nova e Cauazanga, pela Administração Municipal de Saurimo, incentivam os moradores das referidas zonas a construírem casas de carácter definitivo, para melhorarem as condições de habitabilidade.  O director provincial em exercício da Viação e Trânsito da Lunda Sul, Jorge Carima, considera que a iniciativa do Governo local vai ser um grande suporte para o regulamento do tráfego rodoviário.
Embora não tenha apontado números, Jorge Carima salientou que os acidentes em Saurimo diminuíram de forma considerável nos últimos tempos.
As munícipes Mariana da Gama e Rosária João, moradoras do Bairro Santo António, elogiaram o trabalho que o Governo Provincial tem estado a desenvolver em prol das comunidades, desde a construção de escolas a centros hospitalares, mas pedem que seja acelerada a colocação de asfalto nas ruas da cidade.
As munícipes sugeriram ainda que sejam criadas valas de drenagem devidamente sinalizadas, para impedir a entrada de água nas casas e choque de viaturas contra as habitações, principalmente de motoqueiros.
A resolução deste problema está previsto na segunda fase do programa da Administração, garantiu o oficial da Viação e Trânsito. A Administração vai construir, na segunda fase do programa, valas para condução das águas pluviais e sinalização horizontal e vertical nas estradas, incluindo semáforos.

Tempo

Multimédia