Províncias

Segurança social com fraca adesão

A fraca adesão no processo de inscrição aos serviços ligados ao Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), por parte de empregados e empregadores domésticos, preocupa a direcção do órgão do Estado, disse ontem o chefe provincial do INSS na Lunda-Sul.

Poucas trabalhadoras domésticas registadas
Fotografia: Mic Dax | Mindelo Info

Domingos Casimiro disse que, desde 10 de Fevereiro do ano em curso, data da abertura do cadastramento, foram registadas apenas quatro trabalhadoras. "De entre as causas alegadas pelos utentes destaca-se o fraco rendimento salarial, que normalmente não passa dos 15 mil kwanzas."
O responsável referiu também a falta de informação e de interesse dos empregadores em proteger seus trabalhadores.Domingos Casimiro disse que deve prosseguir a divulgação do decreto que torna obrigatório o contrato de trabalho e os descontos, por forma a garantir a estabilidade remuneratória dos empregados domésticos, depois da reforma.
O INSS, acrescentou , preparou uma agenda de seminários, que visam elucidar as partes  sobre as vantagens da inscrição dos trabalhadores na segurança social.
Flávia Massua | Saurimo

Tempo

Multimédia