Províncias

Sensibilização de famílias na Lunda-Sul reduziu o índice de violência doméstica

Flávia Massua |Saurimo

Acções de sensibilização junto das famílias sobre a importância do diálogo para dirimir conflitos reduziram consideravelmente, entre Janeiro e Março, o número de casos de violência doméstica na província da Lunda-Sul.

Acções de sensibilização junto das famílias sobre a importância do diálogo para dirimir conflitos reduziram consideravelmente, entre Janeiro e Março, o número de casos de violência doméstica na província da Lunda-Sul.
De acordo com a chefe do departamento provincial para Políticas Familiares, Laurinda Lemessa, no primeiro trimestre deste ano, foram cadastrados 105 casos, quando em igual período de 2009, a instituição tinha registado 280 casos.
Aquela responsável considerou que a redução de casos deve-se ao facto de as famílias estarem a tomar consciência das suas responsabilidades como garante da paz social e das consequências criminais quando se recorre à violência para resolver conflitos no lar.
As várias sessões de aconselhamento, levadas a cabo por agentes do sector e outros especialistas, também estão a jogar um papel fundamental na mudança de comportamento das famílias, disse Laurinda Lemessa.
As fugas e abandonos de lares e desalojamentos lideram as estatísticas com 42 casos, seguindo-se os incumprimentos no pagamento de mensalidades (17) e as ofensas morais e físicas, com oito e 12 casos, respectivamente. Nas suas actividades de sensibilização, a direcção provincial da Família e Promoção da Mulher tem apelado para a adopção de um comportamento digno para que se restaure o clima de harmonia no seio das famílias, a fim de se garantir um desenvolvimento harmonioso da sociedade.

Tempo

Multimédia