Províncias

Técnicos sanitários são formados

João Salvo | Saurimo

A necessidade de domínio de técnicas para a aplicação da nova vacina “Rota vírus e Pneumo-13” em crianças menores de seis meses, pro­vocou a realização, desde sexta-feira, de um seminário de capacitação de profissionais da Saúde, na cidade de Saurimo.

O seminário, que terminou ontem, visou municiar os agentes sanitários com ferramentas para melhor aplicarem a vacina que serve para prevenir as crianças da meningite, pneumonia e inflamações dos ouvidos.
Os agentes sanitários, num total de 20, abordaram assuntos relacionados com as funções e responsabilidades das equipas, requisitos para a introdução da nova vacina, estimativas de capacidade de armazenamento, sistema de informação do registo de livros e o preenchimento de relatórios mensais.
A equipa de participantes em formação é integrada por supervisores municipais, promotores, técnicos de vigilância epidemiológica e chefes de secção da saúde pública e controlo de endemias. O responsável da Organização ­Mundial de Saúde (OMS), Francisco Aspirante, disse que a realização do seminário abre perspectivas para a efectivação de acções idênticas em todos os municípios da província da Lunda-Sul.
O seminário decorreu numa altura em que o sector realiza formações sobre saúde reprodutiva e nutrição, dirigidas aos agentes comunitários e a parteiras tradicionais.
O chefe de secção dos cuidados primários de Saúde, Alberto Calado, disse que visa banir da mente das pessoas a crença exclusiva no tratamento tradicional em detrimento da medicina moderna.

Tempo

Multimédia