Províncias

Toneladas de produtos ficaram deterioradas

João Salvo e Camuanga Júlia | Saurimo

Pelo menos 5 toneladas e meia de produtos do campo, nomeadamente tomate, cebola e repolho, ficaram deterioradas nas comunas de Cucumbi, Alto-Chicapa e Xassengue, interior do município de Cacolo, na província da Lunda-Sul, por dificuldades de escoamento, devido a degradação das vias de acesso.

Pelo menos 5 toneladas e meia de produtos do campo, nomeadamente tomate, cebola e repolho, ficaram deterioradas nas comunas de Cucumbi, Alto-Chicapa e Xassengue, interior do município de Cacolo, na província da Lunda-Sul, por dificuldades de escoamento, devido a degradação das vias de acesso.
Para se inteirar da situação, a administradora municipal, Idalina Inssanzo, deslocou-se, no fim-de-semana, às referidas localidades e disse que os prejuízos agravam a situação económica na região.
O presidente provincial da União Nacional de Camponeses Angolanos, Audácio Sofremos, pediu às estruturas de direito para inverterem o cenário para atenuar o desânimo dos produtores.
“É urgente criar condições que facilitem o escoamento de produtos do campo para a cidade, a fim de garantir fartura de alimentos para as populações”, disse Audácio Sofremos.

Recursos humanos

O director geral da Sociedade Mineira de Catoca, José Manuel Ganga Júnior, defendeu segunda-feira a necessidade de investimentos na formação dos trabalhadores, para elevar a competência profissional, que permitam à empresa efectivar estratégias ligadas ao desenvolvimento.
“Catoca está a capacitar 200 trabalhadores com conhecimentos sobre técnicas de avaliação, através de exercícios simulados, no quadro da valorização da sua força de trabalho”, disse Ganga Júnior.
A execução do programa, que já dura há dez anos, acrescentou, impele ao aperfeiçoamento dos métodos de gestão e informação interna ligados à produção, situação dos trabalhadores e normas de controlo, num esforço direccionado ao desenvolvimento geológico e mineiro.

Tempo

Multimédia