Províncias

Trânsito está paralisado entre Saurimo e Malange

Adão Diogo | Saurimo

A circulação rodoviária está interrompida desde ontem na via entre Saurimo, Cacolo e Malange, devido ao desabamento da ponte provisória sobre o rio Luvo, a um quilómetro da vila de Mona Quimbundo, na Lunda-Sul .

Ponte não aguentou o peso de uma grua
Fotografia: Jornal de Angola

A ponte, concebida para suportar 40 toneladas, desabou quando uma grua, com o dobro do peso permitido, tentou atravessá-la.
As autoridades locais accionaram um efectivo policial, reforçado por agentes da Polícia de Intervenção Rápida (PIR), a fim de manter a ordem e a tranquilidade.
Entre as medidas tomadas, o comandante da esquadra policial de Mona Quimbundo, Henrique dos Santos, pediu aos condutores para recuarem as viaturas para os bairros mais próximos a fim de descongestionar o espaço que circunda a ponte.
Segundo Henrique dos Santos, o motorista que conduzia a grua já está a contas com a Justiça.
O administrador da comuna, Rafael Pinto, apelou à calma e pediu às autoridades da província da Lunda-Sul opções para solucionar a situação a breve trecho, tendo em conta a importância da via.
Mais de meia centena de viaturas, na sua maioria camiões, são vistas à distância, impedidas de prosseguir viagem, para “alegria” dos “roboteiros”, que têm assim oportunidade de ganhar dinheiro, com o transporte de mercadorias. Anita João, ida da cidade de Saurimo, que seguia apressada para transpor o rio e passar para outra viatura, critica a falta de precaução por parte do motorista que conduzia a grua e apelou às autoridades no sentido de se repor a circulação o mais rápido possível.
Conformado com a dificuldade encontrada, Alex Kufuna manobra  a motorizada, carregada de mercadorias que habitualmente vende no município do Cuilo, a mais de 300 quilómetros de Saurimo.

Tempo

Multimédia