Províncias

Maior unidade hoteleira foi inaugurada na cidade do Soyo

Jaquelino Figueiredo | Soyo

Um hotel de quatro estrelas, com 102 quartos, entre os quais dez suites standard e duas presidenciais, foi inaugurado sexta-feira, na cidade do Soyo, província do Zaire, pelo vice-ministro do Turismo, Paulino Baptista.

Um hotel de quatro estrelas, com 102 quartos, entre os quais dez suites standard e duas presidenciais, foi inaugurado sexta-feira, na cidade do Soyo, província do Zaire, pelo vice-ministro do Turismo, Paulino Baptista.
Denominado “Hotel Nempanzu”, está instalado num edifício de três andares e pertence ao empresário Adriano Manuel. A obra foi erguida em três anos e custou 26 milhões de dólares, com um financiamento de 70 por cento do Banco Regional Keve.
A unidade hoteleira foi construída numa área de 19 mil metros quadrados, em zona nobre da cidade do Soyo. Tem dois restaurantes, anfiteatro para 250 pessoas, três salas de reuniões com capacidade para 60 pessoas cada, piscina, ginásio, dois bares e serviço de lavandaria.
Um parque de estacionamento externo para 50 viaturas, uma doca, serviço de “transfer on request” e quartos para não fumadores fazem parte da unidade, considerada a maior da província.
A entrada em funcionamento do hotel garantiu emprego a 132 trabalhadores. O presidente da Dania Comércio Geral, Adriano Manuel, disse que a inauguração do “Hotel Nempanzu”,  surgiu no âmbito do cumprimento das medidas adoptadas pelo Chefe do Executivo e Presidente da República, José Eduardo dos Santos, que visam a liberalização, expansão e descentralização dos investimentos privados para a diversificação da economia nacional.
A concretização do projecto, disse o empresário, constitui uma contribuição para a reconstrução do país e o melhoramento das condições socio-económicas das populações da província do Zaire e do município do Soyo, em particular, com a criação de mais postos de trabalho.
O governador provincial do Zaire, Pedro Sebastião, considerou o novo hotel como uma mais valia para o município do Soyo, na medida em que vai garantir a hospedagem condigna aos que visitam a região. “É uma satisfação contar com esta unidade hoteleira na província, uma vez que veio preencher grandes e graves lacunas que se viviam no domínio hoteleiro”.
O chefe do governo local disse que a província atravessa graves dificuldades para receber delegações e responder com dignidade à recepção aos convidados que visitam o Soyo, por falta de hotéis e serviços de restauração com qualidade.
Pedro Sebastião disse que a inauguração do “Hotel Nempanzu”, levanta também outros desafios aos empresários e empreendedores locais, para que sigam o exemplo de Adriano Manuel e possam dar um pouco mais ao Zaire.
O vice-ministro para área de Turismo, Paulino Baptista, disse que era necessário construir um hotel deste nível, para que à sua volta outros serviços possam ser criados para melhor servir os turistas e gerar mais empregos.
“A inauguração do Hotel Nempanzu vai trazer diversos benefícios à sociedade local, na medida em que cria muitos postos de trabalhos e proporciona o surgimento de outras empresas, como serviços de táxis locais, rent-car e guias turísticos”, acrescentou Paulino Baptista.
A cerimónia de inauguração do “Hotel Nempanzu” contou com a presença de entidades tradicionais, eclesiásticas e membros do governo local.
 Exibição de danças tradicionais, um almoço e animação musical fizeram parte do acto de inauguração.

Tempo

Multimédia