Províncias

Mais de mil funcionários desactivados

Mil e 775 funcionários públicos ou agentes administrativos, dos 10 mil e 412 cadastrados na província de Cabinda, foram desactivados do sistema por irregularidades diversas nos seus processos.


Falando em conferência de imprensa, Jorge  Cabango, da Delegação Provincial de Cabinda das Finanças, afirmou que os mesmos estão há dois meses sem salários.
O responsável disse que deste número 189 funcionários não compareceram no momento do cadastramento. Dos 1.775, 416 processos já foram verificados, tratados e admitidos no sistema integrado da Função Pública, que poderão receber os seus salários brevemente. Assegurou que o ministério está a fazer tudo para que o mais rápido possível seja resolvida a situação de todos os funcionários públicos que actualmente se encontram suspensos das folhas de salários.
Advertiu, entretanto, que findo este processo os funcionários que não regularizarem a sua situação jurídica com o Estado serão desactivados do sistema.

Tempo

Multimédia