Províncias

Administração investe em infra-estruturas

A Administração Municipal de Ambaca, no Cuanza Norte, dá prioridade para este ano  ao reforço dos investimentos em infra-estruturas, sobretudo nos domínios da educação, distribuição de água e residências para quadros, anunciou o administrador da circunscrição.

Reforço dos investimentos em infra-estruras passa pela construção de novas escolas
Fotografia: Domingos Cadência

José Francisco Barros Rank Frank disse que apesar da baixa no preço do petróleo no mercado internacional, o programa de combate à pobreza está salvaguardado e foi inovado com a descentralização financeira dos municípios, no quadro do programa de aquisição de produtos agrícolas aos camponeses  (PAPAGRO).
No quadro do programa de combate à pobreza, consta na agenda da Administração de Ambaca a construção de 24 novas salas de aulas, residência para professores na comuna do Máua, conclusão da residência para enfermeiros na localidade do Kahima, assim como a instalação do sistema de distribuição de água por gravidade nas localidades do Bindo, Kibendo (na comuna do Bindo), Begi e Kangibi (Máua), Cacuso (periferia de Camabatela) e Cahima, na comuna do Luinga.
A instalação de pequenos sistemas de captação de água e iluminação pública nas localidades do Kina e Fuma (periferia da sede municipal), numa altura em que se prevêem projectos similares na  comuna do Bindo, está igualmente prevista.
O administrador de Ambaca informou que depois de concluída a construção da Loja de Campo da comuna Tango, para este ano está prevista a construção do mercado rural do Luinga, a reabilitação da casa do administrador adjunto comunal do Máua, assim como a continuação do fornecimento de merenda escolar a mais de dois mil alunos do ensino primário. Entre as acções, constam ainda a construção de uma escola de 12 salas em Camabatela, abertura do posto de emissão do BI, conclusão do centro de captação e distribuição de água da localidade da Máua, início da terraplenagem do troço Camabatela-Kangibi, entre outras.
Para o novo ano, Rank Frank apelou ao empenho de todos os quadros da Administração, visando o êxito dos projectos públicos em execução na circunscrição, bem como maior transparência e disciplina na execução do orçamento para 2015.

Município de Cambambe


A Administração Municipal de Cambambe, província do Cuanza Norte, vai apostar este ano na melhoria da organização do comércio informal, por via da criação na cidade do Dondo, sede municipal, de um novo espaço comercial junto à zona baldia, informou o administrador.
Francisco Manuel Diogo garantiu que este novo modelo vai facilitar o livre exercício do comércio ambulante até aqui desenvolvido em locais impróprios e disse que a medida visa reforçar o plano de expansão da cidade do Dondo, envolvendo a zona das Mangueirinhas até à localidade de “Kala Wenda”, um perímetro que constitui reserva fundiária do Estado, no qual está igualmente integrado o projecto de edificação dos 200 fogos habitacionais, no âmbito da política nacional de habitação.
Para a concretização do projecto, a  Administração deu início da primeira fase de construção do futuro mercado municipal, constituído por duas naves com capacidade para 200 bancadas.

Tempo

Multimédia