Províncias

Agricultores da região prevêem boa colheita

Sónia Maria | Caculama

Os agricultores do município de Caculama, na província de Malanje, prevêem boas colheitas no presente ano agrícola, fruto da intervenção das escolas de campo, criadas pelo Projecto de Agricultura Familiar Orientado para o Mercado (MOSAP), informou ontem a técnica do Instituto de Desenvolvimento Agrário Maria Alice Ferreira.

Instituto de Desenvolvimento Agrário ajuda a introduzir novos métodos de cultivo
Fotografia: Sónia maria|Caculama

Maria Alice Ferreira  referiu que os bons resultados das colheitas dos camponeses são o reflexo directo da criação das escolas do campo e dos apoios que os mesmos recebem das autoridades.
Em Caculama, o Projecto de Agricultura Familiar Orientado para o Mercado auxilia os agricultores na preparação de terras, utilização de novas técnicas, transformação de produtos agrícolas, formação de camponeses e na concessão de crédito.
A camponesa Ana Teixeira mostrou-se optimista com os resultados da campanha agrícola e disse esperar que as colheitas superem largamente as previsões. “Este ano, vamos colher muito mais produtos do que no passado, pois aprendemos novas técnicas nas escolas no campo”, sublinhou, prevendo excedentes de produtos para a comercialização em diferentes mercados da província de Malanje.
A camponesa acrescentou que com o surgimento das escolas do campo o sustento de muitas famílias, a aquisição de material didáctico e a roupa para as crianças e outros bens básicos ficaram mais facilitados.
João Quissua, também agricultor, saudou a criação pelo Executivo do crédito agrícola de campanha, que permite aos camponeses organizados em associações e cooperativas  adquirirem sementes, tractores, motobombas, fertilizantes, moageiras e outros equipamentos.
O Instituto de Desenvolvimento Agrário (IDA) garante a assistência técnica dos meios existentes com três técnicos especializados, que introduziram novos métodos de cultivo nesta campanha agrícola.

Tempo

Multimédia