Províncias

Aldeia de Cassuco já tem moagem

Filipe Eduardo | Malanje

Uma moagem com capacidade para 500 sacos de bombó por dia foi entregue à população da aldeia de Cassuco, município de Cangandala, na província de Malange.

Uma moagem com capacidade para 500 sacos de bombó por dia foi entregue à população da aldeia de Cassuco, município de Cangandala, na província de Malange.
O gesto da Fundação Kitoko, segundo o seu patrono, Kitoko Maiavangua, visa facilitar a vida das senhoras da localidade, que, depois de regressarem das lavras, são obrigadas a moer manualmente o bombó para obterem a fuba.
Para Kitoko Maiavangua, a iniciativa junta-se aos esforços do Executivo na melhoria de vida das populações rurais. Gesto semelhante assistiu-se na aldeia do Pembeji, no mês passado, e Kitoko Maiavangua promete, nos próximos dias, oferecer outras moagens aos bairros populosos do município de Cangandala.

Nova escola primária

Outra promessa deixada pelo patrono da Fundação Kitoko consiste na construção de uma escola primária de seis salas.
Momentos depois da entrega da moagem, o soba de Cassuco, Geovety Muchito, mostrou ao patrono da Fundação Kitoko o local preparado para ser edificada a escola, que vai colmatar o problema dos alunos da 1ª e 2ª classe que estudam numa igreja.
O desporto, com particular realce para o futebol, será igualmente uma das apostas da Fundação Kitoko, para permitir a ocupação de tempos livres dos jovens.
O patrono da Fundação disse que vão ser construídos, em vários bairros de Cangandala, jangos comunitários para alfabetizar as donas de casa. Cassuco tem cerca de 1.500 habitantes e dista dois quilómetros da sede municipal.

Tempo

Multimédia