Províncias

Autoridades empenhadas em reduzir o analfabetismo

Um grupo de 53.798 cidadãos, dos 14 aos 60 anos de idade, frequenta, no presente ano lectivo, aulas de alfabetização nos 14 municípios da província de Malange, no âmbito do subsistema de aceleração escolar.

Grandeza de uma nação começa com a formação do seu povo para um futuro melhor
Fotografia: Jornal de Angola |

O administrador municipal de Caculama, Miguel Serrote Gio, disse que o Executivo impulsionou o combate ao analfabetismo em todo o país.
A grandeza de uma nação, referiu, começa com a formação do seu povo, para que se atinjam os objectivos do desenvolvimento do milénio, que inclui a alfabetização.
Actualmente, a província conta com 1.237 alfabetizadores que garantem as aulas nos módulos 1,2 e 3. Miguel Serrote Gio disse que os resultados da alfabetização têm sido satisfatórios, uma vez que contam com a colaboração dos parceiros sociais do governo, como as Forças Armadas Angolanas, Polícia Nacional, Fundação Eduardo dos Santos (FESA) e igrejas.
As autoridades de Malange contam ainda no processo de alfabetização, com as organizações não governamentais Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP) e ADRA.

Tempo

Multimédia