Províncias

Autoridades priorizam leitura para as crianças

O vice-governador de Malanje para o  Sector Político e Social, preconiza a substituição do uso das redes sociais, com particular realce para o Facebook, pela leitura na infância, para se incutir o hábito e o gosto pelos livros.

Pais devem influenciar os filhos a lerem mais
Fotografia: Santos Pedro | Edições Novembro

Ao intervir no acto central da XI edição do Jardim do Livro Infantil, promovido pelo Ministério da Cultura, Manuel Campos disse ser importante valorizar mais os livros, em detrimento das redes sociais.
Segundo o vice-governador, de um tempo a esta parte as redes sociais têm sido usadas de forma inadequada pelas crianças, o que, de certo modo, tem desencorajado a leitura, por isso se torna necessário o envolvimento das famílias na criação de hábitos de leitura. 
Manuel Campos acrescentou que deve haver investimento na compra  de livros e influenciar a camada infanto-juvenil a adquirir o gosto pela leitura, a fim de  aumentar o seu vocabulário e o nível de cultura geral deste segmento social.
Manuel Campos reiterou o apoio do Governo Provincial à concretização de projectos culturais, com vista ao resgate do acervo cultural da província,   dos mais representativos do país.
Orientado pelo secretário de Estado da Cultura, João Domingos Fiel Constantino, o Jardim do Livro Infantil decorre sob o lema “A Educação da Cultura da Paz” e visa promover o gosto pela leitura e pela escrita, bem como a descoberta de talentos neste domínio.

Tempo

Multimédia