Províncias

Bem-estar das populações é a grande prioridade

Luísa Victoriano | Malanje

O Governo Provincial de Malanje garantiu que a melhoria das condições sociais da província e o bem-estar da população é a grande prioridade das acções que estão a ser desenvolvidas, voltadas para a construção e requalificação de infra-estruturas.

Governador Norberto dos Santos durante a inauguração de um dos sistema de abastecimento de água a uma das regiões de Malanje
Fotografia: Genivaldo Fonseca | Malanje

Num balanço feito sobre a realidade da província de Malanje e os desafios futuros, Norberto dos  Santos realça um conjunto de obras que estão a melhorar a sede da província.
Entre os projectos contemplados, numa primeira fase, constam o abastecimento de água, sistema de drenagem de águas pluviais e residuais, e a construção de estações de tratamento de água potável.
Fazem ainda parte do plano de acção a recuperação das vias secundárias e terciárias, com sinalização vertical e pavimentação, reconstrução de passeios e o abastecimento de energia eléctrica.
As acções em curso, garante o governador, destinam-se a melhorar a habitabilidade da cidade de Malange, permitindo uma melhor condição de vida das pessoas, no âmbito do Programa de Combate à Pobreza, assim como na criação  de mais postos de trabalho para a juventude.
Em relação às estradas que ligam a sede provincial aos restantes municípios, o responsável garantiu que já estão a ser feitas intervenções no Songo, no sul da província, que compreende os municípios de Cambundi Catembo, Luquembo e Quirima.
Também está a ser recuperada a ponte sobre o Rio Luando, cuja inexistência deixou isolada, há mais de 30 anos, a sede municipal do Luquembo.
A conclusão da obra vai permitir as trocas comerciais entre o campo e a cidade, um contributo para o desenvolvimento socioeconómico.
Para uma melhor circulação entre as regiões, está igualmente prevista a recuperação dos troços rodoviários que ligam o município de Quela à missão dos Bangalas, Xandel- Moma e Cunda dia Base-Milando. Também vai ser reposta a ponte que o liga a outras localidades vizinhas e a requalificação da  estrada que vai da sede municipal de Cangandala ao Parque Nacional com o mesmo nome.

Energia e agricultura

Norberto dos  Santos salientou que um dos grandes ganhos da província foi a entrada em funcionamento  da nova central térmica, assegurada por sete grupos geradores, que está a permitir cobrir o défice de abastecimento de energia eléctrica à região.A central permitiu a expansão da rede de baixa tensão da província, melhorou a qualidade de energia eléctrica e contribui para o desenvolvimento socioeconómico de Malange.
Em relação ao projecto de bioenergia da responsabilidade da Biocom, reconheceu a importância deste empreendimento na vida das populações, uma vez que, além da produção de energia eléctrica através do açúcar, também criou mais de dois mil empregos.Na província estão igualmente em construção escolas e unidades sanitárias nos 14 município, a serem melhorados os jardins e pintados os edifícios da cidade de Malange, através do projecto “Cimento e tintas”. 
Norberto dos Santos garantiu que Governo Provincial vai continuar a desenvolver acções em todas as esferas sociais, como a criação de mais centros de formação profissional e apoio às famílias camponesas com instrumentos agrícolas, para que elas deixem de praticar uma mera agricultura de subsistência e passem à mecanização agrícola, para terem melhores colheitas.
Para o êxito da campanha agrícola, aberta na sexta-feira, foram adquiridos dez tractores para facilitar os trabalhos das associações e cooperativas de camponeses.  O escoamento dos produtos cultivados localmente deixou de ser um problema para os agricultores, com a instalação em Agosto do PAPAGRO, cujos resultados são visíveis.Na província está em construção uma Escola de Formação de Professores, no bairro da Catepa.
No quadro das acções em parceria com o Ministério do Ambiente, o Governo Provincial vai criar as condições necessárias para o desenvolvimento do Parque Nacional da Cangandala. Neste momento, está a ser feita a entrega de meios de transportes aos fiscais, para facilitar o trabalho de patrulhamento.

Tempo

Multimédia