Províncias

Caculama tem novas infra-estruturas

 O município de Caculama tem 20 novas infra-estruturas sociais, erguidas no âmbito do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza.

Construção de estabelecimentos de ensino faz parte das prioridades da administração local
Fotografia: Jornal de Angola

 O município de Caculama tem 20 novas infra-estruturas sociais, erguidas no âmbito do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza. Entre os equipamentos estão escolas, postos de saúde, repartições municipais de Educação e Registo Civil, postos policiais e habitações para professores e enfermeiros.
No programa levado a cabo pela administração, foram construídas cinco escolas no município de Caculama, com três salas para 840 alunos, nas comunas de Caxinga, Muquixe e na sede do município.
Caculama passou a ter seis novas habitações para enfermeiros, dois postos de saúde, igual número de postos policiais e um mercado rural. A administração comunal de Caxinga foi reabilitada.
 O relatório anual da administração de Caculama foi apresentado ontem pelo administrador Miguel Serrote Gio, durante o primeiro encontro provincial de balanço do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, referente ao ano de 2011.  A par dessas infra-estruturas, Caculama recebeu quatro viaturas de apoio aos sectores da Educação e da Saúde. Foram ainda adquiridos quatro grupos geradores e painéis solares para o fornecimento de energia eléctrica, materiais de saneamento básico para limpeza e embelezamento da sede do município e arredores.
 Relativamente aos cuidados primários de saúde, Serrote Gio disse que a administração de Caculama fez a aquisição de seis arcas frigoríficas para a conservação de medicamentos. Foram igualmente distribuídas 17 motorizadas para os enfermeiros actuarem nas áreas de difícil acesso e quatro sistemas de energia solar para os centros de saúde reabilitados nas comunas de Muquixe e Caxinga.
 Caculama fica a 55 quilómetros da cidade de Malange. Tem uma população de 42 mil habitantes, distribuídos pelas comunas de Muquixe e Caxinga. A agricultura, caça e pesca artesanal são as principais fontes de subsistência das populações.

Tempo

Multimédia