Províncias

Candidatos disputam vagas de acesso ao Ensino Médio

Venâncio Victor | Malanje

Mais de 600 estudantes candidataram-se às 240 vagas disponíveis este ano na Escola de Formação de Técnicos de Saúde, ex-Instituto Médio de Saúde (IMS). O subdirector pedagógico da escola, Afonso Félix, informou ao Jornal de Angola que os candidatos vão ser submetidos a exames de aptidão nas disciplinas de língua portuguesa, matemática e cultura geral.

Centenas de alunos disputam vagas existentes em várias escolas de nível médio da região
Fotografia: Jornal de Angola

A Escola de Formação de Técnicos de Saúde, que ministra cursos de enfermagem geral, análises clínicas, radiologia e  farmácia, com duração de quatro anos, conta com 14 salas, número considerado insuficiente pelo subdirector do estabelecimento para  atender a grande procura dos cursos de enfermagem. No ano passado foram matriculados 1.277 alunos da 10 a 13ª classe. Na Escola de Formação de Professores (ex-Instituto Médio de Educação Comandante Cuidado) estão disponíveis 400 vagas, segundo o director da unidade, João Israel Cabamba. “Os candidatos ao curso de professor vão ser submetidos, igualmente, aos exames de aptidão. />É importante que o estudante ao entrar nesta escola tenha as mínimas noções de gramática, grafia e construção de frases”, referiu João Cabamba. No Centro Pré-Universitário Nicolau Gomes Spencer, o Jornal de Angola soube que as matrículas, que começaram segunda-feira, terminam dia 16 e têm prioridade os candidatos com idade entre 14 e 18 anos. A escola lecciona os cursos de ciências biológicas, económicas, jurídicas e humanas.
Com a construção, pelo Governo, de mais escolas secundárias, este ano a Escola de Professores deixa de ministrar as aulas no sistema aberto à distância, segundo o seu director Sozinho Tshishinha.

Tempo

Multimédia