Províncias

Candidatos disputam vagas para o curso de professores

Venâncio Victor | Malange

O Centro de Formação de Professores de Malange, ex-Instituto Médio Normal de Educação (IMNE), tem 800 candidatos inscritos que, a partir de hoje, são submetidos a exames de aptidão para aferir aqueles que vão ocupar as 300 vagas que o estabelecimento de ensino dispõe para este ano académico.

O Centro de Formação de Professores de Malange, ex-Instituto Médio Normal de Educação (IMNE), tem 800 candidatos inscritos que, a partir de hoje, são submetidos a exames de aptidão para aferir aqueles que vão ocupar as 300 vagas que o estabelecimento de ensino dispõe para este ano académico.
O director da instituição, João Cabamba, disse sexta-feira,  ao Jornal de Angola, que os candidatos vão prestar provas nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática e Cultura Geral.
De acordo com o responsável do Centro, é importante que ao ingressar numa instituição do género os alunos tenham noções mínimas de gramática e de escrita.
Com apenas 10 salas, a instituição tem um corpo docente composto por 90 professores de nível superior. Durante o ano passado, foram matriculados mais de dois mil estudantes, da 10ª a 13ª classe e foram colocados em postos de trabalho 466 técnicos médios, nas especialidades de Geografia/História, Matemática/Física e de Biologia e Química, segundo o director.
João Cabamba anunciou o início, no ano lectivo passado, do curso de Língua Portuguesa e Educação Moral e Cívica, cujos primeiros finalistas começam a sair em 2013, para serem lançados no mercado de trabalho, na região.
 
Entrega de certificados
 
A directora pedagógica do Centro Pré-Universitário Nicolau Gomes Spencer anunciou a criação, em breve, de um banco de dados dos estudantes, com vista a imprimir-se maior agilidade na emissão dos certificados de habilitações.
Rosa João esclareceu que a medida surge em função da procura que se tem registado na instituição de pedidos de diplomas pelos estudantes. A instituição recebe em média 60 pedidos de certificados por dia.
A directora desmentiu informações postas a circular, segundo as quais existem grandes atrasos na emissão do documento e adiantou que mais de 400 finalistas de 2011 já os receberam no dia 21 de Dezembro, durante a cerimónia de encerramento do ano lectivo.
Para o ano lectivo de 2012, a instituição dispõe de apenas 270 vagas, para um universo aproximado de mil candidatos inscritos.
Rosa João aconselhou as autoridades governamentais a aumentarem o número de salas, para agregar um maior número de alunos.

Tempo

Multimédia