Províncias

Casos de malária estão a diminuir

Venâncio Víctor| Malanje

Mais de cem mil mosquiteiros impregnados começam a ser distribuídos ainda este mês pelas autoridades sanitárias de Malange, no âmbito do programa de luta contra a malária na África-Subsaariana.

Estão a ser distribuídos mosquiteiros impregnados a crianças e mulheres grávidas
Fotografia: Jornal de Angola

Mais de cem mil mosquiteiros impregnados começam a ser distribuídos ainda este mês pelas autoridades sanitárias de Malange, no âmbito do programa de luta contra a malária na África-Subsaariana.
A informação foi dada na sexta-feira pelo coordenador provincial do projecto de Luta Anti-vectorial, Ismael Garcia, à margem da Assembleia de Renovação de Mandatos da empresa de Consultoria, Gestão e Administração em Saúde Consaude.
Debruçando-se sobre o actual quadro epidemiológico, o responsável assegurou que a província de Malange conhece, nos últimos tempos, uma redução considerável de casos de malária, na ordem dos 50 mil, em relação a 2009.
Neste momento, o projecto está a ser implementado em 13 dos 14 municípios da província, além da realização de cinco mil palestras dirigidas fundamentalmente às mulheres grávidas. Durante os encontros, frisou Ismael Garcia, os participantes recebem noções sobre a educação sanitária e cuidados primários de saúde. São igualmente sensibilizados sobre o uso do mosquiteiro, sobre os mecanismos de prevenção e combate à malária.
O Projecto de Luta Anti-Vectorial foi implementado no ano passado, na província da palanca negra gigante.

Tempo

Multimédia