Províncias

Cemitérios profanados em Malanje

Luisa Victoriano| Malanje

Autoridades tradicionais em Malanje estão preocupadas com a onda de construções junto aos cemitérios localizados nos bairros da Maxinde, Vila-Matilde, Catombe, Ritonde e Quizanga.

Em entrevista ao Jornal de Angola, o regedor da Quizanga da Barraca, Pango Miranda, referiu que várias acções de sensibilização já foram feitas junto da comunidade para o abandono de tais práticas, que deixam muitos populares indignados. Pango Miranda disse que os cemitérios devem ser tratados com respeito e responsabilidade. A munícipe Maria António disse estar indignada com a atitude de muitos moradores que insistem em construir residências nos cemitérios.
As autoridades devem tomar medidas urgentes, no sentido de se impedir a continuação da construção de casas nos cemitérios. O chefe de Inspecção da Administração Municipal de Malanje, Jerónimo Martins, reprovou a atitude dos munícipes que insistem em construir nos cemitérios, mesmo com as demolições feitas por duas vezes.
Os cemitérios localizados nos bairros da Catepa, concretamente na área do Camatondo, Quizanga e Catombe são os mais visados.
 A Administração Municipal de Malanje vai desenvolver acções para desencorajar os cidadãos que continuam a praticar actos do género em lugares impróprios. Jerónimo Martins assegurou que em caso de desobediência são tomadas medidas punitivas.
Os moradores devem consultar a Administração a fim de fazerem inscrições para atribuição de lotes de terreno, no âmbito do programa de auto-construção.

Tempo

Multimédia