Províncias

Centro materno-infantil de Malange precisa de reforçar equipas médicas

Luísa Victoriano | Malange

O centro materno-infantil do Hospital Provincial de Malange precisa de pelo menos 25 médicos e 240 técnicos de saúde especializados, para suportar o aumento da procura de pacientes, nos últimos meses, revelou ontem o director clínico.

Malanje necessita de mais médicos
Fotografia: Jornal de Angola

O centro materno-infantil do Hospital Provincial de Malange precisa de pelo menos 25 médicos e 240 técnicos de saúde especializados, para suportar o aumento da procura de pacientes, nos últimos meses, revelou ontem o director clínico.
Eliseu Chimbangela salientou que os serviços do centro materno-infantil são assegurados apenas por 18 médicos e 85 enfermeiros, o que é insuficiente. Um turno naquele estabelecimento hospitalar é assegurado por apenas três enfermeiros, o que tem dificultado o atendimento aos pacientes que acorrem à unidade.
O director reconheceu os esforços dos profissionais para dar respostas à procura, numa altura em que os responsáveis do hospital já solicitaram à Direcção Provincial de Saúde um reforço de quadros. A falta de orçamento para custear as despesas correntes do centro materno-infantil é outro dos grandes problemas que a direcção enfrenta, lamentou Eliseu Chimbangela. O centro realiza, em média, 25 partos por dia, prestando serviços de saúde personalizados às pacientes, muitas vindas de outras províncias, como Uíge, Lunda-Norte, Lunda-Sul, Kwanza-Norte e Kwanz-Sul.
Esta procura, segundo Eliseu Chimbangela, é resultado da unidade estar devidamente equipada com meios modernos e de última geração. O centro materno-infantil tem 100 camas para internamentos, prestando serviços de urgência, consulta externa, planeamento familiar, parto e pós-parto, ecografia, mamografia, ginecologia, obstetrícia, bloco operatório, pós-operatório e farmácia.
Eliseu Chimbangela disse que a entrada em funcionamento da unidade clínica veio solucionar um dos mais difíceis problemas da província de Malange, em termos de atendimento.

Tempo

Multimédia