Províncias

Colocada primeira pedra para o arranque das obras

A Centralidade da Carreira de Tiro II, localizada a cinco quilómetros da cidade de Malanje, vai contar com 4.000 apartamentos do tipo T3, anunciou sábado o arquitecto Manuel Carvalho, da empresa Imogestin.

Fotografia: Fernando Camilo

 Manuel Carvalho prestou a informação durante a cerimónia de colocação da primeira pedra para a construção das habitações da nova centralidade, que será construída numa área de 350 hectares.
O arquitecto da Imogestim referiu quena primeira fase do projecto, que terá a duração de 18 meses, vão sererguidas 256 unidades habitacionais, entre unifamiliares e colectivas, para beneficiaremmais de quatro mil pessoas.O responsável referiu que a urbanização, que deve ser construída pela empresa portuguesa Ingenium-Engenharia e Construção, vai dispor de 544 edifícios de quatro pisos cada um, 96 lojas,equipamentos sociais, escolas, creches, esquadra policial, posto de saúde, quartel de bombeiros e um edifício administrativo.Manuel Carvalho precisou que estão ainda previstos, de forma complementar, os arruamentos, ciclovias, espaços verdes, parques infantis, zonas desportivas e de lazer e quiosques de apoio.
Mikail Araújo, da empresa construtora, referiu que obra vai contar com uma força de trabalho de cerca de 300 jovens recrutados localmente.O empreiteiro assegurou que o estaleiro jáestá montado e alguns equipamentos e máquinas preparados para o arranque da obra, cujo lançamento da primeira pedra foi presidido pelo governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos, e testemunhado por Rui Cruz, Presidente do Conselho de Administração da Imogestin.
A Imogestin é a entidade gestora dos projectos habitacionais do Estado e tem como missão garantir a sustentabilidade desses projectos.
Jovens na construção
Ogovernador provincial de Malanje aplaudiu a ideia da construtora em recrutar jovens locais para trabalharem na edificação da Centralidade da Carreira de Tiro.Norberto dos Santos disse que o projecto vem responder às expectativas da juventude da província em materializar o sonho de ter casa própria e para muitos encontrarem nessas empreitadas o seu primeiro emprego.“Os jovens devem fazer parte do processo de construção deste projecto habitacional que há muito era esperado”,  frisou o governador provincial.
O presidente do conselho de administração da Imogestin, Rui Cruz, fez saber que a construção da centralidade é um compromisso do Executivo que visa proporcionar o bem-estar e a habitabilidade aos cidadãos, razão pela qual o Governo da Província de Malanje está a dar passos para a concretização desse desiderato.

Tempo

Multimédia