Províncias

Comuna com falta de transportes públicos

Venâncio Victor| Malanje

A falta de transportes públicos na comuna de Ngola Luije, a 35 quilómetros a Norte da sede capital da província de Malanje, tem constituído o principal problema dos habitantes da localidade, que encontram grandes dificuldades para se deslocarem.

Autoridades reconheceram as dificuldades que a população da comuna enfrenta por falta de transporte e prometeram dar solução ao caso
Fotografia: Dombele Bernardo

Num encontro promovido pela Administração Municipal de Malanje, as populações da comuna de Ngola Luije reconheceram ontem que, apesar dos avanços registados no domínio da energia, água, estradas, existe a necessidade de transportes públicos para que as pessoas possam deslocar-se e escoar os produtos do campo para a cidade.
Domingas João, de 45 anos, uma das antigas moradoras da sede comunal, pediu aos agentes económicos a apostarem na actividade comercial, já que são obrigados a recorrem a outros mercados para adquirirem bens diversos.
Em resposta, o administrador municipal de Malanje, Osvaldo Naval dos Santos, explicou que, para atender a algumas preocupação, como a falta de transporte público, foi crida uma comissão que está a trabalhar no sentido de dar solução ao assunto.
Osvaldo Naval dos Santos prometeu levar a preocupação à comissão, de modo a ceder um autocarro na comuna para facilitar a circulação de pessoas e mercadorias.
Lembrou  que a província de Malanje passou a conta, desde o princípio deste ano, com transportes públicos intermunicipais das operadoras Macom, Fretrans e SGO. Água potável chega às aldeias. Alguns sectores e aldeias da comuna de Ngola Luíje beneficiam de água potável, através de um programa concebido pela Administração Municipal de Malanje.
O administrador municipal de Malanje, Osvaldo Naval dos Santos, destacou a conclusão das obras de requalificação do sistema de bombagem de água com uma capacidade para bombear  três mil litros por hora e com um reservatório de 50 mil litros.
Na regedoria da Dimba, Jaca e em outras foram abertas seis novos furos de água.  Osvaldo Naval dos Santos apelou à população para a necessidade do saneamento básico da comuna e preservação dos bens públicos.
 A comuna de Ngola Luije tem uma população estimada em 6. 990 habitantes, maioritariamente camponesa e com uma superfície de 24 quilómetros quadrados.

Tempo

Multimédia