Províncias

Construção das casas arranca em Janeiro

Pelo menos 5.750 casas sociais vão ser construídas, a partir de Janeiro de 2011, no município sede de Malange, na reserva fundiária localizada no bairro da Carreira de Tiro II, numa extensão de 300 hectares.

As novas casas são erguidas na reserva fundiária localizada no bairro da Carreira de Tiro II na cidade de Malange
Fotografia: JA

Pelo menos 5.750 casas sociais vão ser construídas, a partir de Janeiro de 2011, no município sede de Malange, na reserva fundiária localizada no bairro da Carreira de Tiro II, numa extensão de 300 hectares.
O facto foi anunciado na semana finda pelo secretário de Estado para a Habitação, Joaquim Silvestre, após uma reunião da Comissão Ministerial e o Governo da Província de Malange, representado pelo seu vice-governador para o sector de organização e serviços técnicos, Conceição Cristóvão.
O secretário de Estado para a Habitação disse que o projecto na reserva fundiária do futuro bairro da Carreira de Tiro II prevê, no seu todo, erguer sete mil casas sociais.
A delegação que acompanhou o secretário de Estado para a Habitação visitou as reservas fundiárias nos bairros de Cangambo, Katepa e as obras de asfaltamento do troço Cangandala/Malange, com a previsão de conclusão antes do final do mês em curso. Durante a sua estada em Malange, Joaquim Silvestre manteve um encontro com os membros da Unidade Técnica ligados ao Programa Nacional de Urbanização e Habitação na província.
A reserva fundiária da Carreira de Tiro II é a maior do município sede de Malange e tem mais de 300 hectares, onde, para além de casas, vão ser construídos postos médicos, centros de saúde e escolas.

Tempo

Multimédia