Províncias

Criadores de gado têm crédito à vista

Venâncio Victor| Malanje

O Governo Provincial de Malanje está a desenvolver esforços junto dos bancos comerciais para fornecimento de créditos aos criadores de gado na região, no âmbito do Programa de Repovoamento animal.

Programa de repovoamento animal tem por objectivo contornar os efeitos da dermatite que tem provocado a morte de muitos bovinos
Fotografia: Eduardo Cunha| Malanje

Numa visita efectuada às fazendas de Cacuso, o vice-governador de Malanje para o sector Económico e Social, Domingos Eduardo, disse que os créditos podem ser disponibilizados através do Banco de Desenvolvimento Africano e manifestou-se preocupado devido à peste de dermatite que está a afectar o gado da região.
O vice-governador visitou as fazendas agropecuárias de Caculo, Canje, Kiluanje, Tuca e Rancho Golungo. Na fazenda Caculo Canje foi informado de que a doença matou mais de 20 caprinos e gado bovino. Na fazenda Rancho Golungo, na qual existem 600 cabeças de gado bovino, mais de 30 animais estão afectados pela dermatite, de acordo com o seu responsável, Eduardo Veloso, que enalteceu os esforços do Governo Provincial no combate à doença.
O director provincial da Agricultura Desenvolvimento Rural e Pescas, João António Manuel, disse que a situação é preocupante, apesar de estar controlada. Destacou a criação de um posto de quarentena na comuna de Quizenga, em Cacuso, onde foram construídos currais em que os animais que entram na província são observados e é avaliado o seu estado de sanidade para se evitar o contágio.
A grande preocupação de momento, disse, tem a ver sobretudo com o gado que é proveniente da República Democrática do Congo, que está infectado com algumas doenças. A direcção provincial da Agricultura conta com o apoio da Polícia Nacional para impedir a entrada de animais sem que sejam observados pelos técnicos dos Serviços de Veterinária na quarentena e determinarem a entrada ou não em Malanje.
O responsável da Agricultura na província mostrou-se preocupado pelo facto de algumas individualidades possuírem o gado sem antes construir as infra-estruturas para o efeito e pediu a estes maior atenção quanto à questão da sanidade animal. O vice-governador para o sector económico, Domingos Eduardo, contactou empresários agrícolas, associações de camponeses e criadores de gado em Malanje, com vista à recolha de opiniões e sugestões para o desenvolvimento do sector agro-pecuário. 

Tempo

Multimédia