Províncias

Deficientes físicos receberam apoio

Luísa Victoriano | Malanje

A Associação Nacional dos Deficientes de Angola (ANDA) entregou ontem em Malanje 108 cadeiras de rodas, muletas, triciclos, andarilhos e canadianas à sua representação provincial.

A entrega dos meios, afirmou o presidente da ANDA, Silva Lopes Etiambulo, consta do projecto da associação denominado “ANDA deficiente”, realizado em todo o país, para facilitar a locomoção e a inserção no processo produtivo de pessoas portadoras de deficiência.
A Asociação Nacional dos Deficientes  prevê a nível da província de Malanje a construção de um centro de artes e ofícios, visando a inserção dos deficientes físicos no mercado de trabalho.
A instituição vai continuar a desenvolver esforços para diminuir as carências dos deficientes.
A directora provincial da Assistência e Reinserção Social, Isabel Roque, agradeceu o gesto da Associação Nacional dos Deficientes  de Angola (ANDA) e solicitou  mais acções do género, para minimizar as dificuldades dos deficientes físicos.
 “Sinto-me feliz e espero que gestos do género não parem  por aqui”, disse Maria Paulo, uma das beneficiárias.
A ANDA controla na província de Malanje 1.164 deficientes físicos, entre vítimas de minas, surdos, mudos e cegos.
O presidente da Associação  Nacional Nacional dos Deficientes (ANDA) visitou a cooperativa da associação agrícola, localizada na comuna do Lombe, município de Cacuso, onde os portadores de deficiência desenvolvem actividade agrícola.

Tempo

Multimédia