Províncias

Dezenas de novos docentes são formados na província

Adriano Sapalo | Malanje

Mais 80 novos professores estão disponíveis para o mercado de trabalho desde sábado, em Malanje, depois de terem sido formados pela Escola de Professores do Futuro da organização não governamental Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), na comuna do Lombe, município de Cacuso.

Os professores receberam, durante três anos, conhecimentos sobre saúde sexual e reprodutiva, desenvolvimento comunitário, alfabetização, empreendedorismo e desenvolvimento económico e agricultura, o que os habilita a trabalhar em qualquer espaço do território nacional.
Durante a cerimónia de entrega de diplomas, o director da Escola de Professores do Futuro, Inocêncio Tchicunga, referiu que a acção centra-se no compromisso assumido junto do Governo Provincial, para a formação de professores que contribuam com os seus conhecimentos para a melhoria da qualidade do ensino, em particular nas zonas rurais.
O director manifestou a disponibilidade da ADPP para continuar a prestar formação e superação de professores, visando contribuir para o progresso da comunidade.
O administrador municipal adjunto do Cacuso, Garcia Nicolau Alves, enalteceu o nível de relações entre o Governo Provincial de Malanje e a ADPP, que tem contribuído para a continuidade da acção formativa destinada aos professores da regiãio.
Garcia Nicolau Alves pediu aos recém-formados para materializarem os conhecimentos adquiridos ao longo da formação, mostrando competência durante o desempenho das suas actividades nas localidades para onde forem chamados a dar o seu contributo.
A Escola de Formação de Professores do Futuro, localizada na comuna do Lombe, coloca anualmente no mercado de trabalho entre 80 e 90 técnicos médios, que frequentam  aulas teóricas e práticas, além de estágios a nível das comunidades. Os finalistas do curso são jovens provenientes de várias províncias.

Tempo

Multimédia