Províncias

Distribuição de merenda aumentou a assiduidade

Sónia Maria | Caculama

A distribuição da merenda escolar nos estabelecimentos de ensino primário em Caculama, Malanje, está a incentivar a assiduidade das crianças nas escolas do primeiro ciclo, disse o chefe de Repartição Municipal da Educação.

Segundo Paulo Quissunga, o investimento de 43 milhões de kwanzas  melhorou de forma significativa a merenda escolar no município de Caculama e trouxe benefícios no processo de ensino e aprendizagem.
Paulo Quissunga referiu que o número de beneficiários deste projecto de âmbito nacional aumentou, em relação ao ano lectivo anterior, que abrangeu cerca de seis mil alunos, fazendo com que as ausências e as desistências diminuíssem.
O referido projecto, cuja prioridade recai nas escolas do meio rural, com o objectivo de incentivar os alunos a enveredarem pelos estudos, chegou às escolas das duas comunas, Caxinga e Muquixe, e à sede municipal, com a distribuição de um lanche composto por bolachas e sumos.
Com esta acção, disse Paulo Quissunga, o Governo quer evitar desistências e absentismo dos alunos e melhorar os níveis de aproveitamento escolar.  Paulo Quissunga, em declarações ao Jornal de Angola, mostrou a sua satisfação pelos resultados obtidos no ano lectivo passado, que conseguiu alcançar 99 por cento do número programado.

Beneficiários aplaudem


A repartição da Educação realizou há duas semanas um trabalho de campo com objectivo de encorajar os encarregados de educação a encaminhar os seus educandos aos estabelecimentos de ensino.
No município de Caculama, 430 professores e 12 bolseiros da ADPP garantem o processo de ensino a um universo de  4.961 alunos matriculados.
Maria Armindo, aluna de 16 anos, está satisfeita com a distribuição da merenda escolar, ao passo que a encarregada de educação Rosa Matias afirma que a ida dos alunos à escola deixou de ser um problema. Para Rosa Matias, a dificuldade prende-se com a falta de segurança nas escolas, meios informáticos, e ao reduzido número de   carteiras.
As autoridades locais desenvolvem várias  acções para que todas as crianças sejam inseridas no sistema de ensino.

Tempo

Multimédia