Províncias

Docentes melhor preparados para dar aulas em quimbundo

Luísa Victorino | Malanje

Um total de 130 professores do ensino primário dos 14 municípios e das comunas de Malanje terminaram uma formação em matérias relacionadas com o kimbundu, com vista a melhorarem os métodos de ensino da referida língua regional.

Promovida pela direcção provincial de Educação, Ciência e Tecnologia, a formação dos professores é resposta à uma das orientações do Executivo sobre a implementação das línguas nacionais no sistema de ensino e das recomendações saídas no segundo Encontro Nacional sobre Línguas Nacionais.
O coordenador provincial de língua nacional kimbundu, em Malanje, Mateus Kalunga, considerou que a implantação das línguas nacionais no sistema educativo, desde 2011, está a facilitar o resgate dos valores morais, cívicos e culturais no seio dos alunos e a ajudar na superação das dificuldades de aprendizagem. Mateus Kalunga disse, ao destacar a importância das línguas nacionais, que se trata de elementos muito importantes da identidade cultural de um povo, tendo acrescentando que “uma pessoa identifica-se melhor pela sua língua e o seu nome”. />Durante a formação, os professores receberam conhecimentos relacionados com a introdução das matérias do curso do Instituto Nacional de Educação (INE), familiarização com o livro do aluno, demonstração de uma lição, recapitulação e visão geral do curso de inovação do ensino de língua em Angola.
A sessão de regras básicas da língua nacional kimbundu, expectativas dos professores, introdução dos materiais do curso e a organização da sala na gestão do tempo constaram igualmente dos temas abordados durante o seminários de formação de professores e de docentes da língua kimbundo. O coordenador avançou que a implementação do kimbundu na escola está a melhorar a compreensão das matérias no seio dos alunos, que falam e escrevem com  fluência a sua língua materna.

Tempo

Multimédia