Províncias

Duas pessoas morreram com cólera

Duas pessoas morreram e igual número encontra-se internado no Hospital Municipal de Cangandala, província de Malange, em consequência de um surto de cólera que está a assolar a região, desde 14 de Outubro.

Duas pessoas morreram e igual número encontra-se internado no Hospital Municipal de Cangandala, província de Malange, em consequência de um surto de cólera que está a assolar a região, desde 14 de Outubro.
A informação foi avançada ontem à Angop, pelo chefe de estatística do Hospital Municipal de Cangandala, Aristóteles Viera, que disse terem diagnosticado cólera, nas duas últimas semanas, a 21 pacientes dos bairros de Quissamba, Cabimbe, Capuco, Capemba de Cima e Tamba, arredores da sede de Cangandala. Estes doentes já receberam alta nos últimos dias, em virtude de apresentarem melhorias, após terem sido medicados.
Face ao flagelo, a direcção do hospital reforçou as medidas de combate e prevenção, com a criação de um espaço com tendas para o atendimento específico de doentes com cólera, ao mesmo tempo que estão a ser levadas a cabo campanhas de sensibilização das comunidades sobre a prevenção da doença.
Por outro lado, a repartição municipal da saúde distribuiu na segunda-feira catanas e enxadas aos agentes comunitários, para permitir a feitura de latrinas e limpeza das áreas circundantes.
O Hospital Municipal de Cangandala, que fica a 30 quilómetros a sul da cidade de Malange, tem uma capacidade de 24 camas, atende em média mil doentes por mês,
contando com três médicos e 32 enfermeiros de diversas especialidades, que asseguram os serviços na referida unidade sanitária.

Tempo

Multimédia