Províncias

Educação aposta em zonas de influência pedagógica

Venâncio Victor | Malange

A direcção provincial da Educação de Malange vai criar, em breve, uma zona de influências pedagógicas com o objectivo de melhorar a qualidade do ensino na região, disse ontem, ao Jornal de Angola, o responsável do sector.

A direcção provincial da Educação de Malange vai criar, em breve, uma zona de influências pedagógicas com o objectivo de melhorar a qualidade do ensino na região, disse ontem, ao Jornal de Angola, o responsável do sector.
Gabriel Boaventura afirmou que as zonas de influência pedagógica permitem a realização periódica de acções de formação para melhorarem o nível de agregação pedagógica na província. 
As zonas de influência pedagógica, referiu, consistem na aglutinação de estabelecimentos de ensino para a melhoria da gestão pelo intercâmbio de experiências.
As trocas de experiências entre as diferentes direcções de escolas, frisou, contribuem também para a melhoria das capacidades e competências dos professores.
As aulas para estudantes do segundo ciclo do ensino secundário aos fins-de-semana começaram no dia 10, na Escola de Formação de Professores, antigo Instituto Médio Normal de Educação (IMNE) de Malange.
O novo modelo de ensino desenvolvido em algumas escolas da província pretende que alunos do II ciclo que se encontravam fora do sistema de ensino voltem a estudar.
Numa primeira fase, foram admitidos 300 alunos dos 800 candidatos inscritos.
No Centro Pré Universitário Gomes Spencer, que admitiu 400 alunos, também funciona sistema de ensino aos fins-de-semana.

Tempo

Multimédia