Províncias

Educação garante lisura no concurso público

Luísa Victorino

O concurso público para admissão de professores, em curso nos 14 municípios da província de Malanje, vai decorrer dentro das normas estabelecidas, consubstanciadas na transparência e lisura na correcção das provas, assegurou ontem o director do Gabinete Provincial da Educação, Gabriel Boaventura.

Centenas de candidatos concorrem em todos os muncípios
Fotografia: Eduardo Pedro|Edições Novembro

O responsável informou que as provas serão corrigidas por uma comissão que vai pautar pela transparência, apurando os melhores classificados. “Ninguém terá como facilitar quem quer que seja, porque tudo foi acautelado para evitar acções do género”, garantiu Gabriel Boaventura.
O director da Educação apelou aos candidatos para não se deixarem enganar por pessoas que prometem facilitar nas provas em troca da “famosa gasosa”, pois quem incorrer nesta prática “vai responder à Justiça.”
Gabriel Boaventura fez saber que o município de Ma-lanje recebeu 273 vagas, o maior número em relação a todos os outros. Ao todo, foram inscritos 3.686 candidatos, na sua maioria jovens, que concorrem para 1.174 lugares disponíveis.

Tempo

Multimédia