Províncias

Ensino à distância arranca no próximo ano

Francisco Curihingana |Malange

A partir do próximo ano lectivo, a direcção provincial de Malange da Educação, Ciência e Tecnologia vai aplicar o ensino aberto à distância, para a formação de futuros professores.

Mulheres continuam a ser sensibilizadas no sentido de denunciarem os actos de violência
Fotografia: Jornal de Angola

A partir do próximo ano lectivo, a direcção provincial de Malange da Educação, Ciência e Tecnologia vai aplicar o ensino aberto à distância, para a formação de futuros professores.
A iniciativa, disse ontem o responsável do sector na província, Gabriel Boaventura, visa dar cumprimento ao que está plasmado na Reforma Educativa, que consiste em 30 alunos por turma.
Gabriel Boaventura assegurou que a Escola de Formação de Professores vai receber atenção especial por parte da Direcção da Educação, para que o projecto seja um êxito. Gabriel Boaventura disse que o projecto vai abranger na sua maioria estudantes que já são professores.
Os referidos estudantes vão ter aulas presenciais semanais ou quinzenalmente aos sábados, apenas para receberem conteúdos para as avaliações. “Eles vão estudar a seu próprio ritmo e assim vamos criar as condições para que a formação do professor tenha um pouco mais de qualidade.” Com a aplicação do projecto, vão deixar de existir turmas com mais de 70 alunos, o que, na sua óptica, atropela os princípios que regem o ensino.“Numa turma de 70 alunos, não é possível o professor prestar atenção às particularidades individuais de cada um”, disse o director provincial da Educação, acrescentando que estão a ser admitidos mais professores para reforçar o processo de ensino.

Tempo

Multimédia