Províncias

Enxurradas matam criança e destroem casas no Ritondo

Venâncio Victor | Malanje

Uma criança do sexo feminino, com aparentemente 11 anos, morreu no fim-de-semana, no bairro do Ritondo, província de Malanje, devido à chuva forte que inundou casas e a arrastou, disse o porta-voz dos Serviços Provinciais de Protecção Civil e Bombeiro.

As chuvas que se abatem sobre a região destruíram casas deixando ao relento muitas famílias
Fotografia: João Gomes

Miguel Bernardo afirmou que a chuva inundou 35 casas, cinco das quais ficaram completamente destruídas.
O porta-voz  Miguel Bernardo referiu que os bairros da Canâmbua e de Cangambo foram os mais afectados, mas que não havia registo de estragos noutros pontos da província.
Miguel Bernardo declarou não se justificar que “apenas uma pessoa compre 200 litros de combustível para o gerador e que é preciso acabar com estas facilidades para haver menos mortes por incêndios provocados por uso incorrecto de gasolina ou petróleo.
O responsável da Protecção Civil e Bombeiro também criticou a venda de combustíveis em locais não indicados, bem como o seu armazenamento em recipientes de plástico.

Tempo

Multimédia