Províncias

Extensão da canalização leva água a mais lugares

Venâncio Victor | Malange

O fornecimento de água potável à cidade de Malange vai melhorar significativamente com a conclusão das obras de expansão da rede de distribuição de água canalizada, segundo o director da energia e águas, João Pascoal.

O fornecimento de água potável à cidade de Malange vai melhorar significativamente com a conclusão das obras de expansão da rede de distribuição de água canalizada, segundo o director da energia e águas, João Pascoal.
Durante uma visita do governador provincial de Malange, Norberto dos Santos, às várias dependências da Energia e Águas, João Pascoal explicou que 17 dos 75 quilómetros de extensão da rede de distribuição de água à cidade já estão concluídos.
As obras começaram a ser executadas nos bairros da Vila Matilde e Ritondo. Outros bairros da capital provincial também vão ser abrangidos progressivamente.
O projecto de ampliação da rede de distribuição de água, que está a ser executado por duas empresas que operam a norte e sul da cidade de Malange, prevê a instalação de 126 fontanários públicos e um total de 26 mil ligações domiciliares.
O governador disse que o abastecimento de água vai melhorar ainda mais com a conclusão das obras do sistema de captação a partir do rio Cuije. Norberto dos Santos visitou ainda a Empresa Nacional de Electricidade, ENE e as subestações eléctricas da Capopa e Sonef.

Tempo

Multimédia