Províncias

Fazenda Pedras Negras dispõe de novos meios

Francisco Curihingana | Malange

A fazenda Pedras Negras, na comuna do Pungo Andongo, província de Malange, tem desde quarta-feira novas infra-estruturas, nomeadamente um centro de formação com capacidade para mais de 60 formandos, laboratórios, área residencial para 260 pessoas, três refeitórios e quatro casas protocolares.

A fazenda Pedras Negras, na comuna do Pungo Andongo, província de Malange, tem desde quarta-feira novas infra-estruturas, nomeadamente um centro de formação com capacidade para mais de 60 formandos, laboratórios, área residencial para 260 pessoas, três refeitórios e quatro casas protocolares.
A unidade foi criada para ajudar a reduzir o défice alimentar, contribuir para o combate à pobreza, bem como ajudar a diminuir a importação de determinados produtos alimentares.
Numa fase mais avançada, a fazenda Pedras Negras poderá criar mais de 3.000 empregos directos e indirectos e receber profissionais em áreas de agronomia, mecânica, química e carpintaria.
A fazenda Pedras Negras vai estender-se a outras localidades e criar indústrias de rações, farinha de milho, óleo alimentar e sumos.
Presente na inauguração das novas infra-estruturas, o governador provincial, Boaventura Cardoso, sublinhou que a fazenda Pedras Negras traduz as aspirações das autoridades em fazer de Malange uma terra desenvolvida, devido às suas condições naturais.
“Esta fazenda vem juntar-se a outros empreendimentos aqui da região que vão certamente proporcionar mais emprego e rendimento para a população de Malange”, disse o governador.
Além da fazenda Pedras Negras, existe no município a fazenda Pungo Andongo, além do Pólo Agro-Industrial da Kizenga.

Tempo

Multimédia