Províncias

Finalistas com acesso directo ao ensino superior na região

Venâncio Victor | Malanje

Os cinco melhores alunos apurados no concurso “Sábados Académicos” a nível do município de Malanje, vão ter acesso directo à matrícula no ensino superior, assegurou segunda-feira o primeiro secretário da JMPLA.

Paulino Eduardo falava durante o balanço da fase final do concurso, que premiou o aluno Graça Marcos, da 12ª classe da Escola Eiffel, com 16 valores, como o grande vencedor no município de Malanje.
Em segundo lugar ficou a estudante Margarida Maca, do colégio VAB, seguida dos alunos Paulo Mário, da Escola de Formação de Professores, Eliseu Famorosa e Eduardo Guiu, do Instituto Médio Agrário de Malanje.
A par do acesso directo à universidade, os cinco melhores alunos vão representar o município de Malanje na fase provincial do concurso “Sábados Académicos”, no próximo mês de Agosto.
O primeiro secretário do grupo juvenil do partido MPLA adiantou que o concurso contou com a participação de 20 alunos em representação de oito escolas, que foram submetidos a provas nas disciplinas de Matemática, Física, Química, Biologia, Língua Portuguesa e questões de cultura geral.
Paulino Eduardo disse que as vagas ao ensino superior visam incentivar os alunos a continuar com os estudos e a serem mais aplicados.
O objectivo do projecto, referiu o responsável da JMPLA, é o de contribuir para a melhoria da qualidade de ensino para a formação de quadros competentes.
O dirigente municipal do grupo juvenil do partido no poder no país disse esperar por uma boa participação dos candidatos do município de Malanje à fase provincial, tendo em conta a qualidade dos finalistas.
O administrador municipal adjunto de Malanje, Pedro Ginge, reiterou que as autoridades vão continuar a apoiar actividades do género no sentido de incentivar os estudantes a apostar cada vez mais na formação e contribuírem para o progresso da região.
O responsável da Administração Municipal de Malanje disse que é preciso que as direcções de escolas, os professores e os pais e encarregados de educação continuem a incentivar os alunos, para que possam ter um bom desempenho no concurso provincial.
Apelou ainda os alunos finalistas a não se envaidecerem com os resultados alcançados agora, mas que trabalhem mais no sentido de conquistarem novos desafios na vida estudantil.

Tempo

Multimédia