Províncias

Finalistas do Instituto defendem monografia

Com a apresentação de trabalhos de investigação, 114 estudantes finalistas (12ª classe) do Instituto Médio Agrário de Malange (IMAM) do curso de mecanização agrícola, iniciaram na segunda-feira a defesa das suas monografias.

Alunos do Instituto Agrário durante uma aula teórica
Fotografia: Casimiro José

Com a apresentação de trabalhos de investigação, 114 estudantes finalistas (12ª classe) do Instituto Médio Agrário de Malange (IMAM) do curso de mecanização agrícola, iniciaram na segunda-feira a defesa das suas monografias.
Denominada Prova de Aptidão Profissional (PAP), a monografia visa desenvolver nos alunos competências e habilidades de reflexão teórica e metodologias que complementam a sua formação, através da execução de tarefas específicas da actividade profissional desenvolvida ao longo do ano lectivo.
De acordo com o subdirector pedagógico do IMAM, João Pedro Soares, a defesa vai decorrer até ao próximo dia 12 e será extensiva a outro grupo de 72 estudantes finalistas do curso básico (9ª classe).
Do seu ponto de vista os estudantes estão habilitados para ingressarem no mercado de trabalho ou em cursos superiores, uma vez que as teses até ao momento defendidas dão provas de boa formação.
“Fazemos uma avaliação boa, porque todos aqueles que defendem as monografias são alunos aptos no plano curricular e apenas defendem os trabalhos que apresentam para garantir a nota final do ano lectivo”, frisou.

Tempo

Multimédia