Províncias

Formação profissional a jovens de Cangandala

O Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional formou 98 jovens no município de Cangandala, 28 quilómetros a sul da cidade de Malange, nas áreas de informática, alvenaria, agricultura e electricidade, visando a sua inserção no mercado de trabalho.

O Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional formou 98 jovens no município de Cangandala, 28 quilómetros a sul da cidade de Malange, nas áreas de informática, alvenaria, agricultura e electricidade, visando a sua inserção no mercado de trabalho.
O coordenador do Pavilhão Municipal de Artes e Ofícios do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional em Cangandala, Adão Serrote, frisou que os jovens formados, estão aptos para enfrentarem os desafios propfissionais nas áreas em que se especializaram.
Adão Serrote informou que apesar da existência do Pavilhão de Artes e Ofícios, muitos jovens ainda se abstêm da formação profissional, optando pela agricultura, caça e pesca.
Adão Serrote deplorou tais comportamentos, considerando que os cursos ali ministrados dão possibilidades de empregos directos, pelo que apelou à adesão da juventude aos cursos.
Apelou igualmente às empresas que têm intenções de estender as suas actividades económicas ao município, para optarem pela mão-de-obra local, com vista a encorajar a superação profissional permanente dos jovens.
Com excepção da informática, os cursos tiveram duração de seis meses, tendo terminado a 23 de Novembro.
Desde a abertura do Pavilhão de Artes e Ofícios de Cangandala, em 2008, o Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional já formou 321 jovens, sendo 310 homens e 14 mulheres. O país conta com vários pavilhões de formação profissional.

Tempo

Multimédia