Províncias

Funcionários reforçam conhecimentos

Sónia Maria | Mucari e Adriano Sapalo| Malanje

Os funcionários ligados às administrações comunais de Caxinga e Muquixe, município de Mucari, estão em melhores condições para dar resposta aos casos relacionados com as transgressões administrativas, após terem participado numa formação sobre a matéria.

Durante a formação, os funcionários das administrações municipais das duas parcelas do município da província de Malanje garantiram estar agora melhor preparados para ajudar a corrigir os actos de transgressões mais verificados na região.
Na acção formativa, em que participaram  representantes de outras instituições do município como os conselho de concertação social, agentes de desenvolvimento comunitário e dos camponeses, defendeu-se a necessidade da continuação deste tipo de eventos, para que se melhore   a actuação dos agentes da administração do Estado.
Promovida pela Administração Municipal de Mucari, a formação visou  informar os participantes sobre o comportamento a terem em conta para  evitarem o atropelo das normas estabelecidas nos locais de trabalho. “Princípios Éticos”, “Código Deontológico, o Ser e o Parecer”, “Acolhimento e Importância da 1ª Impressão”, “Requisitos para a Boa Imagem”, “Tratamento social”, “Profissional e utente dos serviços” e “ Atitude Perante as Objecções e Reclamações” foram temas apresentados na formação, além de “A Comunicação Escrita”, “Papel da Comunicação na Imagem da Organização” e com “Regras de Comunicação Eficaz”.
Com a formação, a Administração Municipal Mucari pretende uniformizar e partilhar com os dirigentes e responsáveis, sobretudo de nível base, os conhecimentos sobre documentos essenciais da função pública. Os serviços de assistência sanitária a nível do bairro da Catepa, nos arredores da cidade de Malanje, estão melhor servidos, desde ontem, após a entrada em funcionamento de um novo centro de saúde, inaugurado pelo governador provincial, Norberto dos Santos.
O centro dispõe de serviços de pediatria, enfermagem, electrocardiograma, banco de sangue, salas de raio X e 24 outras de internamento, morgue com seis gavetas, arrecadação e três farmácias para armazenamento e conservação de medicamentos. A nova unidade clínica vai, numa primeira fase, contar com os préstimos de um médico nacional e 12 enfermeiros.
O governador Norberto dos Santos destacou que a inauguração do centro vai acabar com as longas caminhadas que os moradores daquela parcela de Malanje faziam para ter acesso aos serviços de saúde. Sobre a falta de energia eléctrica nalguns centros de saúde dos bairros suburbanos de Malanje, o governador garantiu que esforços estão feitos para ultrapassar esta situação.
Avançou que a resolução do problema do abastecimento da energia vai permitir que os profissionais de saúde permaneçam nos postos de trabalho durante as 24 horas do dia, atendendo os pacientes que acorrem aos centros de saúde. Neste momento, o município de Malanje conta com 40 unidades sanitárias.

Tempo

Multimédia