Províncias

Gestores hospitalares em acção de formação

Venâncio Victor | Malange

As autoridades provinciais de Malange vão continuar a apostar na expansão da rede sanitária a todos os municípios, revelou sexta-feira o vice-governador para o Sector Político e Social, Manuel Campo, na abertura de uma acção de formação para gestores hospitalares.

Um dos objectivos é melhorar a assistência para diminuir os índices de mortalidade
Fotografia: Jornal de Angola |

Manuel Campo defendeu uma maior afectação de recursos financeiros para os programas municipais integrados de desenvolvimento rural e de combate à pobreza, para a concretização deste objectivo.
Recordou que o objectivo é garantir o acesso gratuito de todos os cidadãos aos serviços de saúde.
Disse que o seminário sobre gestão hospitalar é um contributo para melhorar o atendimento e a assistência médica e medicamentosa a nível dos hospitais públicos e pediu maior responsabilidade aos técnicos de saúde colocados nas comunidades rurais por terem maiores dificuldades. A directora provincial da Saúde, Lazina Vera Cruz, ressaltou a importância da formação para o melhoramento das normas administrativas e evitar métodos paliativos. Destacou a construção e apetrechamento, pelo governo, das unidades sanitárias da província de Malange, mas reconheceu que há ainda muito por se fazer para se atingir uma assistência mais humanizada.
O seminário foi organizado pela direcção provincial da Saúde em colaboração com a Fundação Eduardo dos Santos (FESA). Entre outros temas foram abordados aspectos relacionados com a logística hospitalar, administração de recursos humanos e atendimento clínico, com a prelecção de Eliana Napoleão, especialista brasileira em gestão hospitalar.

Tempo

Multimédia