Províncias

Governador aplaude qualidade no ensino

Luísa Victoriano | Malanje

O nível de organização académica da escola do segundo ciclo do ensino secundário EIFFEL tem-se evindenciado como uma das referências na província de Malanje e aposta numa formação de excelência reconhecida, admitiu, na quinta-feira, o governador provincial.

Boa parte dos estudantes formados pela escola EIFFEL beneficiaram de bolsas de estudo em Universidades do país e no estrangeiro
Fotografia: Eduardo Cunha

Ao intervir na cerimónia de entrega de certificados aos finalistas da instituição de ensino, Norberto dos Santos “kwata Kanawa” reconheceu que a formação de exelência se deve ao empenho do corpo docente, que souberam dignificar bem o nome de Malanje e do país, com  a conquista, por parte dos alunos, de vários prémios durante o concurso nacional das Olimpíadas de matemática e da CPLP, assim como a conquista de bolsas de estudos por mérito próprio.
O governador considerou a província de Malanje uma região campeã da discplina de matemática, por ter conquistado vários prémios, tendo realçado que o exemplo já está a ser seguido pelas crianças do  ensino primário.
Kwata Kanawa admite que a reputação de uma escola depende  fundamentalmente da qualidade do produto que a mesma é capaz de lançar para os níveis subseqüentes, e para o mercado de trabalho. Com base nisso, exortou as direcções da EIFFEL e do sector da  Educação a manter a dinâmica no trabalho, de modo a se atingir as metas preconizadas, que têm a ver com a formação de melhores quadros. “Peço aos finalistas a continuarem com o mesmo empenho e dedicação para o alcance de bons resultados durante o percurso da formação superior”, precisou o governador provincial de Malanje.
O director provincial da EIFFEL, Raimundo Francisco, reconheceu que o acto de graduação dos finalistas constitui a maior satisfação e orgulho da direcção da escola e do sector da Educação na província de Malanje, apesar de ter reconhecido as dificuldades atravessadas durante o ano lectivo.
Raimundo Francisco encorajou os estudantes a prosseguir com a formação académica, para que possam aumentar, cada vez mais, os seus conhecimentos de maneira a contribuírem para o desenvolvimento do país.
A instituição de ensino, desde a sua abertura em 2009, já formou mais de 250 alunos na especialidade de ciências físicas e biológicas. Boa parte dos estudantes beneficiaram de bolsas de estudo em Universidades do país e no estrangeiro.
Os finalista receberam certificados de habilitações e de méritos. A escola de ensino secundário EIFEEL conta com apoio da TOTAL EP-Angola, em parceria com o Ministério da Educação e está implementada nas províncias de Malanje, Bengo, Cuanza Norte e Cunene.
O objectivo é contribuir para o desenvolvimento da educação em Angola. O acesso é gratuito e se destina a ensinar adolescentes e jovens com idades compreendida entre os 13 e 19 anos.

Tempo

Multimédia