Províncias

Governador de Malange quer população a participar nos destinos da província

Adelino Ngunza | Malange

O governador da província de Malange, Norberto dos Santos, “Kwata Kanawa”, convidou a sociedade a participar de forma activa na vida governativa da província.

Norberto dos Santos Kwata Kanawa
Fotografia: Eduardo Cunha

O governador da província de Malange, Norberto dos Santos, “Kwata Kanawa”, convidou a sociedade a participar de forma activa na vida governativa da província.
Norberto dos Santos falava na abertura de um encontro com os empresários da província ligados à Câmara do Comércio. Salientou a importância da classe empresarial, parceira privilegiada do Executivo no desenvolvimento das comunidades.
Norberto dos Santos aproveitou a oportunidade para anunciar medidas pontuais que vão mudar nos próximos dias a vida social, económica e produtiva dos habitantes da região.
Depois de conhecer as preocupações contidas no memorando apresentado pela Câmara do Comércio, o governador de Malange disse que alguns aspectos podem ser ultrapassados, com a intervenção do Governo Provincial, principalmente aqueles que têm  a ver com os créditos bancários contemplados no Programa Angola Investe às pequenas e médias empresas.
O memorando apresentado pela Câmara do Comércio regista a falta de transportes para os agricultores e comerciantes, pede o alagamento dos prazos de concessão de terrenos agrícolas e apoio técnico à agricultura. Também refere o mau estado das vias de acesso que impede o escoamento dos produtos agrícolas e a sua comercialização.
O governador de Malange prometeu melhorar o fornecimento de água e energia eléctrica, a recolha de lixo e criação de aterro sanitário.
O governador anunciou que o Governo assume o alojamento dos moradores dos prédios que ruíram em Malange.
Aproveitou para pedir a colaboração de todos nas medidas que têm a ver com a protecção da vida humana e o bem-estar dos cidadãos.Sobre a comercialização dos produtos agrícolas, os incentivos à produção no campo e outras acções que têm a ver com apoio aos camponeses, o governador pediu a intervenção dos agentes económicos privados para se encontrarem soluções urgentes e assegurou que todo aquele que mostrar tal disponibilidade, conta com o apoio do Governo Provincial.

Tempo

Multimédia