Províncias

Governo local dá prioridade à área social

Luísa Victoriano

O Governo Provincial de Malanje vai dar prioridade no exercício económico 2018/2022 aos sectores da saúde, educação, bem como ao melhoramento no abastecimento de água e energia eléctrica, visando melhorar as condições de vida da população.

Governador de Malanje aposta na saúde e educação
Fotografia: Francisco Bernardo | Edições Novembro

O  facto foi anunciado pelo governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, quando discursava na cerimónia de cumprimentos de fim de ano, defendendo a necessidade imperiosa do governo adoptar medidas e acções de política económica, essenciais e coerentes, por formas a melhorar o que está bem e corrigir o que está mal.
Segundo o governante, para alcançar a estabilidade macroeconómica é importantes que se instaure um clima propício ao crescimento económico, que favoreça as expectativas dos empresários, para que se possa gerar credibilidade e confiança no novo governo.
“ A estabilidade macroeconómica passa pela elaboração e implementação do programa de melhoria da eficiência das despesas públicas, aumento da robustez das receitas tributárias, da produtividade, fortalecimento do sector financeiro, melhoria do ambiente de negócios, competitividade nacional e fortalecimento da produção não petrolífera, assim como a promoção das exportações em substituição de importações”, sustentou o governador provincial.
Entre as várias medidas a serem aplicadas para o perío­do de governação 2018/2022 o governador Norberto dos Santo destacou a descentralização administrativa, reforma dos procedimentos administrativos, fortalecimento das instituições, on­de o Executivo prevê tornar a administração local do Estado em unidade de prestação de serviço público por excelência.
Constam igualmente das acções preconizadas a redução do número de instituições públicas e administrativas.
O governante garantiu que a implementação destas e outras medidas  vai permitir aumentar a eficiência e promover maior produtividade dos funcionários.

Tempo

Multimédia