Províncias

Governo recupera vias secundárias e terciárias

Francisco Curihingana|Malange

O Governo de Malange estabeleceu como prioridade para 2014 a reabilitação das vias rodoviárias, muitas das quais se encontrarem em estado crítico, sobretudo nas ligações intermunicipais e comunais, anunciou o governador provincial.

Autoridades apostam na recuperação das estradas para que se possa promover o desenvolvimento sustentável que se pretende na província
Fotografia: Jornal de Angola

Durante a sua mensagem de ano novo dirigida à população, Norberto dos Santos considerou urgente a recuperação das estradas, para que se possa promover o desenvolvimento sustentável que se pretende para a província.
Ao referir-se às acções realizadas em 2013, destacou a construção de infra-estruturas de ensino e saúde em todos os municípios, o que permitiu aos habitantes garantirem a sua fixação nas respectivas localidades.
Ao reafirmar o compromisso de continuar a envidar esforços para que sejam mais evidentes os resultados dos programas de fomento ao empreendedorismo, disse que este passa por ajudar a facilitação do mesmo aos empresários e candidatos a empresários.
A promoção dos programas de fomento, explicou, vai dar vazão ao relançamento da economia, gerar empregos e estimular a população a manter-se nas suas localidades de origem. 
Relativamente aos problemas de habitação, está prevista a construção, no próximo ano, da Centralidade da província de Malange, com seis mil fogos, cujos trabalhos ficam concluídas em 2016.
 Também vai ser privilegiada a autoconstrução dirigida. Neste momento, esclareceu o governador, estão em fase conclusiva os Planos Directores de todos os municípios, que vão regular a definição e aproveitamento do ordenamento do território.
Em relação ao processo de desassoreamento do Rio Malange, garantiu o início dos trabalhos no próximo ano, em toda a sua extensão.

Ultrapassar obstáculos

A existência de crianças que continuam fora do sistema de ensino preocupa as entidades locais que, garante o governador, já trabalham na resolução deste problema.
 Assim, a segunda fase da reabilitação da escola Amílcar Cabral e a construção de outras dez escolas destinadas ao primeiro e segundo ciclos ficam concluídas no próximo ano.
O ensino superior na província de Malange também vai ter um novo impulso com a ampliação das instalações onde funciona actualmente a Faculdade de Medicina da Universidade Lueji Ankonde.
Ao mesmo tempo, está-se a trabalhar para melhorar as estruturas da Escola Superior Politécnica de Malange e, desse modo, permitir o ingresso de mais estudantes e o surgimento de novas opções para o ensino superior na província. No domínio da saúde, o município de Quiuaba Nzoge vai contar, a partir de 2014, com um novo hospital de referência, cujas obras se encontram na sua recta final.  As unidades sanitárias de Calandula e Cacuso também vão beneficiar de obras e vai minimizar  os problema do  sector.

Tempo

Multimédia