Províncias

Habitantes de Malange estão melhor servidos

Luisa Victoriano | Malange

O abastecimento de água potável à cidade de Malange conhecer melhorias significativas nos próximos dias devido à montagem de dois grupos de bombagem na central de captação da Guiné, no bairro da Quizanga.

Instalado sistema de àgua na cidade
Fotografia: Jornal de Angola

O abastecimento de água potável à cidade de Malange conhecer melhorias significativas nos próximos dias devido à montagem de dois grupos de bombagem na central de captação da Guiné, no bairro da Quizanga.
O coordenador da comissão de saneamento de águas, Bento Francisco, disse que os dois grupos de bombagem, cada um com 250 metros cúbicos, custaram ao Governo Provincial mais de três milhões de kwanzas. A montagem dos equipamentos, com capacidade de 400 metros cúbicos por hora, vai melhorar a distribuição de água à cidade e arredores.
Bento Francisco afirmou que a instalação dos dois grupos reforça o sistema de abastecimento de água e melhora o atendimento.
Com este programa, referiu, pretende-se aumentar o nível de cobertura, com a construção de novas ligações domiciliárias e a expansão da rede de abastecimento.
O projecto, numa primeira fase, declarou, contempla a zona urbana e os bairros periféricos. Em curso, disse, está o desmantelamento, pelos técnicos da Empresa Provincial de Saneamento e de Água, das ligações clandestinas nos bairros da Maxinde e Catepa.
Os bairros da Cangambo, Cahala e Carreira de Tiro e a vila Matilde ainda não têm água canalizada, mas com a montagem dos grupos de bombagem, garantiu, está assegurada a extensão da rede àquelas áreas.
Quanto ao pagamento do consumo da água disse estar satisfeito com o elevado número de clientes registados na empresa.

Tempo

Multimédia