Províncias

Hospital regional Malanje regista caso de suicídio

Venâncio Victor

Um paciente, de 54 anos, identificado por António Muzaba, suicidou-se na manhã de sexta-feira, no Hospital Regional de Malanje, atirando-se
do sétimo andar da unidade sanitária, onde esteve internado desde quarta-feira, apurou o Jornal de Angola.

Fotografia: Adriano Sapalo Sapalo |Malanje| Edições Novembro

O paciente deu entrada quarta-feira no Banco de Urgência de Medicina, momentos depois de ter ingerido substância tóxica não identificada, na tentativa de suicidar-se, de acordo com explicações da esposa do malogrado, Jacinta Bernardo, acrescentando que dias antes do internamento o marido tinha consumido álcool em excesso e apresentava constantes alucinações.
O director do Hospital Regional, Isaac Savumbi, informou que,  em consequência da substância tóxica que o paciente chegou a ingerir,  foram-lhe identificadas lesões graves no organismo, tendo sido  transferido para os serviços de medicina, onde recebia tratamento, enquanto aguardava a sua transferência para Luanda.
“A vítima aparentava estar calma e sem indícios de transtornos do foro psíquico, tendo inclusive recebido tratamento na manhã de sexta-feira,
na sala onde esteve internado, na companhia de outro paciente”, acrescentou Isaac Savumbi, descartando haver qualquer falha
no sistema de segurança do hospital, que, garantiu, será ainda mais reforçado.
O psicólogo clínico do Hospital de Malanje, Cláudio Brandão, caracterizou o caso de António Muzaba como resultado de uma depressão ou transtorno bipolar, uma vez que a vítima era alcoólatra, e pelo facto do seu internamento ser motivado por tentativa de suicídio. Para se evitar tais situações, o especialista aconselhou o reforço do diálogo no seio familiar.
A  psiquiatra Mercedes Duram diz desconfiar de conflitos familiares e dificuldades sociais, uma vez que a vítima tinha três esposas.

Tempo

Multimédia