Províncias

Inauguradas duas escolas

Duas escolas primárias, cada uma com seis salas, com capacidade para 240 alunos, foram inauguradas, ontem, em Malange, no bairro Quizanga da Barraca, no âmbito das comemorações do 36º aniversário da independência nacional.

Duas escolas primárias, cada uma com seis salas, com capacidade para 240 alunos, foram inauguradas, ontem, em Malange, no bairro Quizanga da Barraca, no âmbito das comemorações do 36º aniversário da independência nacional.
A primeira escola foi construída para substituir a antiga e proporcionar melhores condições a alunos e professores. A outra surge devido ao número de crianças no bairro que estavam fora do sistema de ensino.
O governador da província, que inaugurou os estabelecimentos, anunciou que muitas escolas de outros bairros, de construção precária, vão ser substituídas por infra-estruturas de carácter definitivo para proporcionarem melhores condições de trabalho aos professores e de aprendizagem aos alunos.
As novas escolas, prometeu Boaventura Cardoso, vão dispor de salas modernas e funcionais, mas é preciso que as autoridades locais e, sobretudo, os alunos ajudem na sua conservação.
O governo provincial, referiu, vai continuar a trabalhar para acabar com as escolas precárias em Malange.  “Queremos que os alunos das novas escolas sejam exemplares, honrando a memória dos heróis que lutaram pela nossa independência, para poderem ser o futuro da Nação”, declarou.
As crianças manifestaram, numa mensagem, determinação em conservar as escolas inauguradas e de estudarem para garantirem o futuro da Nação.
“Se em condições péssimas em que estudávamos na antiga escola demonstrámos interesse em aprender, agora com esta nova a nossa promessa vai no sentido de tudo fazermos para maior aplicação e assimilação dos conhecimentos que os professores nos vão proporcionar”.

Tempo

Multimédia