Províncias

Índice de cólera conhece redução

Em relação a cólera, a província de Malanje conhece, desde os últimos dias, uma redução significativa de casos, que se alastravam desde Outubro do ano transacto.

Directora da Saúde Lazina Cruz
Fotografia: Genivaldo Carlos

Em relação a cólera, a província de Malanje conhece, desde os últimos dias, uma redução significativa de casos, que se alastravam desde Outubro do ano transacto.
Para esse efeito, as autoridades sanitárias da província travam uma batalha para combater o surto epidemiológico da doença. A directora provincial de Malanje da Saúde aponta que até Janeiro último foram registados 436 casos, que resultaram na morte de 36 pessoas.
A responsável afirmou que a doença atingiu proporções alarmantes em Novembro do ano passado mas que, ainda assim, foi possível conter o surto em Dezembro último, “graças às medidas preventivas aplicadas”.
De acordo com a responsável de Saúde, o centro de tratamento da cólera que funciona numa das dependências do Hospital Geral de Malanje regista hoje apenas um doente em média por dia.
As localidades mais afectadas, de acordo ainda com a interlocutora do Jornal de Angola, são os municípios de Malanje, Quela e de Cangandala.

Tempo

Multimédia