Províncias

Jornalistas analisam violência na família

Sérgio V. Dias| Malange

Jornalistas das províncias de Malange, Kwanza-Norte, Lunda-Sul e da Lunda-Norte participam desde segunda-feira num seminário regional sobre o papel dos Media na sociedade e no combate à violência.

A mesa que presidiu ontem à abertura do seminário que junta profissionais da comunicação social de quatro províncias
Fotografia: Eduardo Cunha


Jornalistas das províncias de Malange, Kwanza-Norte, Lunda-Sul e da Lunda-Norte participam desde segunda-feira num seminário regional sobre o papel dos Media na sociedade e no combate à violência. O acto foi aberto pelo governador em exercício de Malange, António Dias da Silva.
O vice-governador saudou a iniciativa do Ministério da Comunicação Social pelo ciclo de formação, que merece uma reflexão “tendo em conta os inúmeros fenómenos de violência na sociedade”.
O governador em exercício de Malange disse que a Comunicação Social na abordagem da “violência na sociedade” deve “ter mais responsabilidade”. Por isso, disse esperar que os jornalistas ponham em evidência “os conhecimentos a adquirir” nesse seminário.
Para a manhã de hoje, estão agendadas abordagens sobre os temas “A violência na sociedade e o seu impacto na família e no desenvolvimento das crianças e jovens” e “A violência sobre as crianças – Os direitos das Crianças”.
O primeiro tema é tratado por Emília Ventura, directora provincial de Malange do Ministério da Família e Promoção da Mulher (MINFAMU), e o segundo, José Maria Pereira, director do Instituto nacional da Criança (INAC) no Kwanza-Norte.
Paralelamente ao seminário sobre a violência na sociedade, estão também previstas acções de formação e superação técnico profissional, denominadas “Oficinas on Job”, para os profissionais dos órgãos de informação, nas áreas de televisão, rádio e imprensa. David Hume, António Quino e Albino Carlos são os formadores, de acordo com o programa das actividades, que se estende até sábado, 24 de Julho.
Na abertura do seminário, foram abordados “O papel da Comunicação Social no combate à violência na sociedade”, “A liberdade de imprensa: Ética e deontologia”, para além da acção de formação, denominada “Oficinas on Job”, para os profissionais de rádio. Ambos tiveram como prelectores David Hume, António Quino e Albino Carlos.
O o seminário, promovido pelo Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR) em colaboração com o Governo provincial de Malange e a Embaixada dos Estados Unidos da América (EUA), resulta de uma iniciativa da ministra da Comunicação Social, Carolina Cerqueira, com vista à sensibilização para o combate à violência.

Tempo

Multimédia